Signage is displayed outside a Planned Parenthood office in Peoria, Illinois, U.S., on Friday, Dec. 16, 2016. Republicans are thinking ahead to regulations Obama might still try to complete before he leaves office, including a pending rule barring states from blocking funds to Planned Parenthood. Photographer: Daniel Acker/Bloomberg

PLANNED PARENTHOOD IRÁ FECHAR UMA DÚZIA DE CLÍNICAS, E ALGUMAS CIDADES ESTARÃO LIVRES DO ABORTO.


O maior empreendimento do aborto na América está dando às pessoas do centro de Nova Iorque uma razão extra para celebrar esta Páscoa. A companhia de aborto Planned Parenthood anunciou que a tensão financeira causada pelo coronavírus está levando a empresa a fechar uma dúzia de instalações e centros de referência para o aborto.

A gigante do aborto também demitirá pouco mais de um quarto de sua equipe devido ao fechamento, e os advogados pró-vida esperam que esses funcionários encontrem melhores empregos que não envolvam matar bebês em abortos.

O fechamento significa que cidades no centro de Nova York, como Roma e Oneida, finalmente estarão livres do aborto, e os bebês não serão mais mortos nessas cidades.

A presidente e CEO da Parenthood Planejada da Grande Nova York, Laura McQuade, escreveu em uma carta aos funcionários na segunda-feira que a modelagem financeira mostrou perdas para o afiliado que variaram de US$ 20 milhões a US$ 32 milhões pelo restante do ano, dependendo de quanto tempo a pandemia dura e seu impacto na captação de recursos.

Apesar dos nossos melhores esforços, essa pandemia colocou uma pressão incrível em nossos recursos e, infelizmente, embora não inesperadamente, os efeitos financeiros dessa crise são significativos… Infelizmente, essas perdas serão catastróficas para a Planned Parenthood of Greater New York (PPGNY) se não tomarmos medidas urgentes para reduzir o impacto financeiro em nossa organização”, ela escreveu.

Em uma declaração ao Times Union*, a porta-voz da Planned Parenthood na Grande Nova York, Jacquelyn Marrero, disse que um total de 135 funcionários foi demitido, 111 foram licençiados e 35 tiveram horas reduzidas. As reduções não eram específicas de nenhum local e impactaram todos os departamentos, ela disse. O objetivo, disse ela, é trazer de volta o pessoal de licença quando a organização se estabilizar.

Os centros fechados estão localizados no Bronx, Glen Cove, Goshen, Hornell, Kingston, Massapequa, Monticello, Oneida, Roma, Staten Island e Watkins Glen. Um centro de saúde móvel que opera fora do condado de Nassau também foi fechado.

O sindicato local ao qual pertencem os trabalhadores da Planned Parenthood tentou fazer com que a empresa de aborto reduzisse salário e benefícios, em vez de fechar completamente os centros de abortamento e demitir funcionários, mas aparentemente a Planned Parenthood recusou seu pedido.

O 1199SEIU United Healthcare Workers East, que representa alguns dos trabalhadores da filial, diz que propôs medidas alternativas de corte de custos, como interromper as contribuições financeiras 401(k)** para todos os membros da unidade, reduzir salários de quem ganha mais do que US$ 90.000 em 10 a 30%, reduzir o emprego de período integral para meio período ou per-diem***, e reduzir o tempo de férias, tudo isso na esperança de evitar demissões e licenças, de acordo com uma carta obtida pelo Times Union.

Fomos repetidamente rejeitados em nossas tentativas de economizar dinheiro para salvar os empregos de nossos colegas“, escreveu o comitê de barganha em uma carta à organização. “Sua falta de vontade de considerar nossas propostas de corte de custos indica que você está menos preocupado com as realidades econômicas atuais associadas à pandemia de coronavírus e mais comprometido em eliminar a equipe”.

Felizmente, o departamento de “relações com o governo” é um departamento de Planned Parenthood atingido por cortes na equipe – o que significa que o negócio do aborto terá mais dificuldade em pressionar as autoridades eleitas para promover o aborto e forçar os residentes de Nova York a pagar por eles.

A boa notícia para as mulheres e seus filhos ainda não nascidos é que agora eles podem receber cuidados e apoio legítimos à gravidez.

___

* O Times Union é um jornal diário americano, que serve a região da capital de Nova York. Embora o jornal se concentre em Albany e seus subúrbios, abrange todas as partes da área de quatro condados, incluindo as cidades de Troy, Schenectady e Saratoga Springs. É de propriedade da Hearst Communications.

** Um plano 401(k) é uma conta de aposentadoria de contribuição definida, com vantagem fiscal, oferecida por muitos empregadores a seus funcionários. Os trabalhadores podem fazer contribuições para suas contas 401(k) através da retenção automática da folha de pagamento, e seus empregadores podem corresponder a algumas ou todas essas contribuições. Os ganhos de investimento em um plano tradicional 401(k) não são tributados até que o funcionário retire esse dinheiro, normalmente após a aposentadoria.

*** A diária ou subsídio diário é uma quantia específica de dinheiro que uma organização concede a um indivíduo, geralmente um funcionário, por dia para cobrir as despesas de moradia quando viaja para o trabalho.

Fonte: https://www.lifenews.com/2020/04/09/planned-parenthood-abortion-business-will-close-a-dozen-clinics-some-cities-will-be-abortion-free/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *